Código de patologia cirúrgica para a bexiga é relativamente simples, certas palavras-chave na documentação irão garantir uma codificação adequada e posterior reembolso. De acordo com a Terminologia Procedural AMA (CPT), existem três opções para a codificação de amostras da bexiga urinária: 88305, 88307 e 88309. Estes códigos devem ser aplicados da seguinte forma:

88305 – Biópsia da bexiga urinária. Este código aplica-se independentemente da abordagem cirúrgica. Biópsias múltiplas podem ser submetidas, e cada uma é faturada separadamente desde que sejam submetidas em recipientes separados.

88307 – Bexiga urinária TUR/TURB. 88307 é atribuída quando a amostra é uma ressecção transuretral que deve ser indicada na requisição cirúrgica e/ou no recipiente da amostra, e também especificada no relatório final da patologia. As amostras múltiplas são facturáveis desde que sejam submetidas em recipientes separados.

88309 – Ressecção parcial/total da bexiga urinária. Independentemente do diagnóstico, este código aplica-se a outras ressecções da bexiga que não a transuretral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.